Home   /   Entrevistas  /  Destaque  /   Mikkel Solnado «Nunca tivemos tanta música boa vinda de Portugal»
Mikkel Solnado «Nunca tivemos tanta música boa vinda de Portugal»
Estivemos à conversa com Mikkel Solnado que recentemente lançou “O Teu Sol”, uma nova canção que fará parte do novo trabalho discográfico.
mikkel-solnado-e-agora-novo-disco-2014

Mikkel Solnado

«O tema fala sobre a entrega total ao amor»

“O Teu Sol” é o seu novo single. Fale-nos um pouco deste tema.
O tema “O Teu Sol” surgiu numa sessão de sound writing com o meu colega e amigo Daniel Lima, dos HMB, ele é o meu parceiro de escrita e mal tínhamos acabado de escrever soube logo que era uma música para mim.
O tema fala sobre a entrega total ao amor, fala do esforço que às vezes temos que fazer para o amor correr bem e ser harmonioso.

Este tema é o single de avanço de um novo álbum? O que nos pode, para já, revelar do que está a preparar?
Sim, é um single de avanço de um álbum que chegará no final deste ano ou no início do próximo.
Apesar do tema “O Teu Sol” ser produzido por mim, desta vez neste álbum, abri um pouco o coração para trabalhar com outras pessoas, outros produtores, para ter outros sons e outras opiniões. Acho que é saudável para qualquer artista e compositor. Vai haver um dueto com uma artista dinamarquesa e o resto do álbum será mais eletrónico que este single “O Teu Sol”. Ainda não decidi se o álbum será todo em português ou em inglês.

Enquanto produtor, com quem tem vindo a trabalhar nos últimos tempos?
Como produtor tenho trabalho com vários artistas; Patricia Candoso, Kika Cardoso… Mas neste momento tenho trabalho mais em escrita e composição, na semana passada compus uma música para um artista marroquino, trabalhei com o David Carreira também, e vou trabalhando no sound writing que é uma parte da música que me cativa bastante.

«Nunca tivemos tanta música boa vinda de Portugal»

Como avalia o atual momento da música portuguesa?
Acho que a música portuguesa está em altas. Nunca tivemos tanta música boa vinda de Portugal. Noto também uma mudança de som no panorama musical português, já não é o som de banda, que costumava haver há 10 anos atrás, mas sim um som mais pop, mais eletrónico. E isso é uma coisa que, desde que eu vim para cá morar há 7 anos, interessou-me muito perceber porque é que não havia um artista pop em Portugal, um pop puro, e até agora não tem havido assim muito mas apareceu agora o Agir, o Virgul, que são artistas pop e isso é um nicho no panorama musical que tinha que ser preenchido.

Acompanha Mikkel Solnado em: https://www.facebook.com/mikkelsolnadomusic/

Comments

comments

Related Article