Home   /   Sem categoria  /   Entrevista | O Pinto
Entrevista | O Pinto

  O Pinto é Pedro Pinto: nascido no Porto. Um contador de histórias. Ex vocalista dos Los Amanita. As sua influências passam por artistas como Pearl Jam, dEUS, Radiohead, Gogol Bordello ou John Butler. Gosta Walking Blues, Rock & Roll e Funk.

   Diz que não é muito ambicioso porque só quer que o público cante, dance e passe um bom serão. Contudo, tem uma ambição – ‘Quero retribuir ao mundo aquilo que a música me deu’.

Made In Portugal- Foi vocalista dos Los Amanita e agora tem este projeto chamado O Pinto. Era uma vontade antiga lançar-se a solo?

OP- De certa forma posso dizer que sim, porque sempre houve temas que compus que ficaram na gaveta,
sempre com a ideia de lhes pegar mais tarde, mas na altura em que estava com os Amanita não
pensava muito nisso. Foi mesmo no início deste ano de 2012 que assumi que era a solo que ia fazer
música. Se bem que tenciono, eventualmente, fazer-me acompanhar por uma banda.

MIP- Diz que não é muito ambicioso porque só quer que o público cante, dance e passe um
bom serão. É esse o seu maior prazer na música: o divertimento de quem o ouve?

OP– É claro que também faço música por mim e para mim, porque gosto de o fazer e de tentar
surpreender-me e reinventar-me. Mas, no fundo, o que gosto mesmo, quando toco ao vivo, é que as
pessoas se divirtam comigo, com as minhas canções. Tenho um prazer enorme quando canto uma
música, ouvir o coro do público. É, para mim, das melhores sensações que se pode ter.

MIP- A edição de um trabalho está nos seus planos? O que nos pode adiantar sobre o
futuro d’O Pinto?

OP- Está nos meus planos, sim. Posso adiantar que estamos a ultimar pormenores para começar a gravar o
primeiro disco de originais. Mas ainda não posso dizer muito mais do que isto.

MIP- Vai atuar no Paredes de Coura já no próximo dia 16. Quais as expetativas?

OP- Bom… que posso eu dizer sobre isso?… Ter chegado aos finalistas deste concurso do Palco JN para
tocar em Paredes de Coura foi, para mim, uma das maiores surpresas de sempre. Era algo com o qual
não estava mesmo a contar. Naturalmente que estou muito feliz e no dia 16 espero poder fazer um
bom espectáculo e tentar que a minha música chegue ao maior número de pessoas possível e que as
mesmas gostem e sintam vontade de ouvir mais.

MIP- Para quem não o conhece e vai ao Paredes de Coura, o que podem esperar do
concerto?

OP- O melhor será mesmo aparecer e ouvir! Teçam as vossas próprias opiniões. Da minha parte e dos
restantes músicos, prometo que vamos fazer todos os possíveis para proporcionar um bom fim de
tarde a todos os que nos queiram ouvir. E aos outros também! Boa disposição, vontade e energia, são
constantes nos espectáculos d’O Pinto.

Acompanhe O Pinto : http://www.facebook.com/opintovaidarmusica

Comments

comments

Related Article