Home   /   Outros Destaques  /  Destaque  /   First Breath After Coma: “Drifter” nomeado para Melhor Álbum Independente na Europa
First Breath After Coma: “Drifter” nomeado para Melhor Álbum Independente na Europa
A AMAEI anunciou que o álbum “Drifter” dos portugueses First Breath After Coma, editado pela Omnichord Records, foi nomeado para o prémio IMPALA Disco do Ano 2016.

A AMAEI é a associação nacional de editores fonográficos independentes, e como associada da IMPALA – The Independent Music Companies Association – está encarregue de selecionar o melhor disco nacional a concorrer pelo prémio de disco do ano na Europa. A IMPALA já revelou a lista de nomeados para a sétima edição do prémio IMPALA Disco do Ano. Uma vez mais, a seleção atesta a diversidade e qualidade de editoras independentes na Europa, sendo que a lista junta vinte cinco nomeações para uma representação de dezanove países.

Na lista, podem encontrar-se representantes de todos os géneros e gerações, desde os lendários Radiohead, vindos do Reino Unido, os suíços One Setence. Supervisor, conhecidos pelo seu krautpop,os incontornáveis Meshuggah, pioneiros dentro do metal progressivo, o rapper holandês Boef e a nova cara do Italo-disco Jolly Mare.

As votações para decidir quem sucederá a Jose Gonzalez e ao seu aclamado disco “Vestige & Claws” já estão a decorrer e o vencedor será anunciado no final de março.


“Colocar os holofotes sobre o álbum mais excepcional do ano sempre foi a essência deste prémio. Uma vez mais, temos uma grande lista de nomeados, com novas caras e artistas independentes consagrados. Agora, cabe ao juri decidir que álbum considera o melhor de 2016”, comentou a directora executiva da IMPALA, Helen Smith.


First Breath After Coma

First Breath After Coma

Eis a lista de álbuns nomeados, ordenados alfabeticamente por artista:

Agnes Obel – Citizen of Glass (PIAS)
Bisse – Højlandet (Gateway Music)
Blood Orange – Freetown Sound (Domino Records)
Boef – Gewoon Boef (Zonamo Entertainment)
Claudio Capéo – Claudio Capéo (Jo and Co)
Danny Brown – Atrocity Exhibition (Warp)
Dubioza Kolektiv – Happy Machine (PIAS)
First Breath After Coma – Drifter (Omnichord Records)
Hangutazók – Indulj El (RNC Music / Egység Média)
Highasakite – Camp Echo (Propeller Recordings)
Jolly Mare – Mechanics (42 Records/Don’t Panic)
Kase.O – El Círculo (BOA)
Klaus Johann Grobe – Spagat der Liebe (Cargo Records)
Lost Frequencies – Less Is More (Lost & Cie)
LUH – Spiritual Songs for Lovers to Sing (Mute Records)
Mark Ernestus’ NDAGGA RHYTHM FORCE – Yermande (Ndagga)
Meshuggah – The Violent Sleep Of Reason (Nuclear Blast)
Mikko Joensuu – Amen 1 (Svart Record)
One Sentence. Supervisor – Temporär Musik 1-13 (Oh, Sister Records)
Oscar – Cut And Paste (Wichita Recordings)
The Radio Dept. – Running Out of Love (Labrador)
Radiohead – A Moon Shaped Pool (XL Recordings)
Sara Renar – Tišina (Aquarius Records)
Škrtice – Škrtice (Lampshade Media)
Židrūns – Židrūns un tas, ko nevar nest (I Love You Records)

First Breath After Coma

 

Comments

comments

Related Article