Home   /   Novos Singles  /   “Paixão Malsã” é o tema que marca o regresso dos Mundo Cão
“Paixão Malsã” é o tema que marca o regresso dos Mundo Cão
“Paixão Malsã” é o tema que marca o regresso dos Mundo Cão aos palcos e aos discos. Esta nova canção já está disponível nas principais plataformas digitais.

Esta nova canção é uma primeira amostra do próximo álbum que será editado no decorrer deste ano e cujo mote será a vadiagem e a libertinagem.

Em “Paixão Malsã”, enfatiza-se o regresso à utilização da electrónica (muito utilizada no primeiro disco da banda) como meio de composição, um regresso a uma origem que lhes é muito grata: a electrónica, os sintetizadores, as caixas de ritmo, as programações.

Mundo Cão - Paixão Malsã

Mundo Cão


Foi preciso esperar quase quatro anos e apanhar um susto de despedida para ter de volta uma das bandas de maior negrume poético do panorama indie rock nacional.

Após um interregno logo seguido à edição do disco “O Jogo do Mundo”, o ainda último disco editado já em 2013, eis finalmente o regresso da banda ao activo.

Os Mundo Cão, banda formada em Braga por Miguel Pedro e pelo também (re)conhecido actor Pedro Laginha, está de volta às lides musicais.

2017 marca o regresso aos discos (e aos concertos), desde já com este primeiro tema de avanço: Paixão Malsã – tema composto por Miguel Pedro, com letra mais uma vez, de um dos amigos de sempre da banda – Adolfo Luxúria Canibal. Se no poema não se foge muito ao negrume habitual, com os temas das paixões mal curadas, ou paixões entretanto curadas, da poesia libertina, do mal d’amor, dos desenganos do amor e da paixão a marcar presença, já no som se notam outros caminhos, porventura mais electrónicos a fazer lembrar uns Nine Inch Nails, onde a voz de Laginha arrisca voos mais altos, quase góticos.

Com a promessa da edição de um novo álbum prevista para breve neste ano, vamos por enquanto escutando esta paixão desbragada, daninha, maléfica e doentia que não será muito parecida com o resto do disco que aí vem, segundo revelam os músicos, deixando antever que voltamos a ter um conjunto de novas canções melódicas mais indie rock, com laivos de electrónica experimental a condizer com o novo teclista Frederico Cristiano e mais uma vez as presenças do baixista Canoche, o regressado guitarrista Vasco Vaz e outra vez também com a cumplicidade do escritor Valter Hugo Mãe.

É bom tê-los de volta. Aguardamos.

Paulo Lázaro
(Rádio SBSR.FM)


Acompanha os Mundo Cão em: https://www.facebook.com/MundoCaoOficial/

Mundo Cão

Comments

comments

Related Article