Home   /   Sem categoria  /   Entrevista | El Coyote: “Nós gostamos de fazer rock de escacar pedra”
Entrevista | El Coyote: “Nós gostamos de fazer rock de escacar pedra”





Made In Portugal – Como surge a ideia de criar os El Coyote?


El Coyote – Os El Coyote começaram a partir de jams entre o João e o Ricardo (ambos como guitarristas na altura). A evolução natural foi juntar um baterista e um baixista para completar a banda, e foi essa a nossa primeira formação. Entretanto com a saída dos elementos que preenchiam esses lugares na banda, juntou-se o Diogo ao baixo, e o Ricardo decidiu (devido a dar muito trabalho trocar cordas partidas e ser muito dificil encontrar um bom baterista) mudar  para a bateria. Temos então, desde o inicio de presente ano (2012) a formaçao definitva dos El Coyote: um power-trio que parte do rock-blues como base para explorar outras influências, não se limitando em estilos. Basicamente fazemos o que nos apetece.

MIP-Para quem não vos conhece como se apresentariam musicalmente falando? 


EC- Nos temos cada um as nossas influências, e isso acaba logicamente por reflectir-se na musica, sendo dificil encaixar-nos apenas num estilo… Mas  nós gostamos é de fazer rock de escacar pedra.

MIP- Já tiveram a oportunidade de tocar ao vivo várias vezes quer em concertos ou concursos. Como tem sido a aceitação do público?


EC- Pelos vários concertos a aceitação do público tem sido variada (também devido a já termos tocados nos mais variados tipos de local)  mas temos tido bom feedback e acabamos sempre por fazer amigos, e só por isso os concertos são sempre uma boa oportunidade. Quanto a concursos, conseguimos ir a várias eliminatórias ao longo do país.  Mas foi há poucas semanas que conseguimos a nossa melhor classificação, que nos levará a actuar no dia 8 de Setembro na festa do avante!

MIP- De que tipo influências (musicais ou não) se servem na composição dos temas?


EC- A principal base musical que nos caracteriza é o blues rock dos anos 60/70, sendo que as principais influências são geralmente bandas antigas. Depois é tudo complementado com os outros diversos estilos musicais que nos chamam à atenção, passando  pelo funk ao hardrock, rock psicadélico, e algum experimentalismo. Sendo que cada um dos três elementos tem ainda algumas influências por fora destas vertentes, isso traz outras sonoridades para a banda.

MIP- Sugiram um tema vosso para quem ficou com curiosidade sobre vocês vos começar a ouvir. 

EC- Talvez a Coyote Blues, por ser a música que mais parece ficar na memória do pessoal, além de ser uma boa rockalhada à moda antiga.



MIP- Quais os vossos objetivos e projetos para o futuro?

EC- A nossa maior ambição é fazermos cada vez melhor música e evoluirmos como músicos e como banda e claro, darmos a mostrar o nosso trabalho ao maior número de pessoas possível, ao ir conseguindo concertos mais importantes que nos darão mais visibilidade.
Vamos tocar à festa do Avante no dia 8, que foi uma oportunidade espetacular e imprevista, e estamos ansiosos e a trabalhar para que seja um dos nossos concertos mais memoráveis!
Depois mais tarde vamos pensar em gravar um EP, porque temos músicas que estão há demasiado tempo à espera para serem gravadas.





MIP- Como definem atualmente a música em Portugal?

EC- Se por um lado é de louvar a imensa quantidade de boas bandas  que têm aparecido nos últimos tempos, por outro parece-nos que continua a haver pouquíssimo apoio à música de qualidade que é aqui feita. E isto traz um problema enorme às bandas mais pequenas que é a exploração de que muitas vezes acabam por ser vítimas. As bandas  têm que carregar o material, montar tudo, tocar, e muitas vezes nem têm direito a jantar pago! E isto é o lado feio da música em Portugal. E depois existem os casos em que a música boa é realmente reconhecida, mas apenas meses depois de ser lançada, e porque passou no programa da noite na tv. No entanto, parece-nos que o número de pessoas a interessarem-se e a pesquisar música de qualidade está a aumentar e isso faz-nos olhar para o panorama nacional com esperança.

Pode acompanhar a banda em:


http://www.myspace.com/elcoyoteportugal

http://www.facebook.com/elcoyoteportugal/info

Comments

comments

Related Article