Home   /   Novos Singles  /   Ouve “De mim para mim”, nova canção de Jorge Fernando
Ouve “De mim para mim”, nova canção de Jorge Fernando

«“Há gente que fica na história da história da gente”

É o que sucede com os meus convidados, com os quais comemorarei 40 anos de canções. Quando me cruzei com cada um deles sempre algo de novo aconteceu. É a minha história e eles estão nela por inteiro naquilo a que eu chamo família musical. Em boa hora, Luís Montez me propôs esta partilha de 40 anos de música, onde poderei dizer a todos os presentes que esses 40 anos não são meus, são de todos os que me têm acompanhado e a quem eu poderei agradecer dia 4 maio no MEO Arena». – Jorge Fernando

 

Cartaz Jorge Fernando no Meo Arena

Jorge Fernando

MEO ARENA | 4 maio, 21h30
Concerto por um Novo Futuro
“Uma homenagem às Canções de Jorge Fernando”

Com convidados:
Ana Moura, Agir, Camané, Expensive Soul, Fábia Rebordão, José Gonçalez, Sam The Kid, Virgul + Dino D’Santiago

Um dos cantores e compositores mais queridos do nosso país, Jorge Fernando tem a vida cheia de fado. Herdou o toque de Fernando Maurício, tocou durante duas décadas ao lado de Amália, escreveu fados que definiram a identidade de vedetas mundiais como Mariza ou Ana Moura, trabalhou com Camané e com tantos outros grandes nomes do fado.

A solo, contudo, a sua carreira é igualmente extraordinária, no fado e fora dele. Um dos mais talentosos escritores de canções portugueses, com êxitos como “Quem Vai ao Fado”, “Boa Noite Solidão”, “Chuva”, “Trigueirinha”, “Rosas Brancas para o Meu Amor” ou “Umbadá”, Jorge Fernando tem também uma larga carreira por palcos de todo o mundo.

Os seus passos estão cheios de música, de vida, de alma, de fado, de melodias que nos ajudam a todos a sermos quem somos.

Os bilhetes já estão à venda na Blueticket e locais habituais e variam entre os 15€ e os 40€.

Nova canção de Jorge Fernando

“De mim para mim”, um tema gravado com os cúmplices de sempre Guilherme Banza na guitarra portuguesa e Marino de Freitas na viola baixo; com Jorge Fernanado na voz, na viola e também na produção.
“De mim para mim” junta-se assim a todas as histórias, a todas as canções que às vezes sem sabermos, se instalam na nossa memória, ao longo de uma vida cheia de fado.

 

Comments

comments

Related Article