Home   /   Novos Discos  /   “All The Colours of Madness” é o álbum de estreia da banda Esfera
“All The Colours of Madness” é o álbum de estreia da banda Esfera

A banda de rock progressivo setubalense ESFERA lançou a 21 de março o seu álbum de estreia “All The Colours of Madness”, produzido por Renato Sousa e Francisco Caetano (The Shape of Tone to Come Studios).

Fruto de um longo trabalho de composição e gravação, este álbum conceptual representa uma variedade de paisagens sonoras e influências da banda setubalense e uma afirmação da sua versatilidade. É uma viagem de 8 faixas pelas cores das diferentes emoções, da perspectiva de um cego que entrega a sua esperança numa forma de compreender os conceitos de sanidade e conforto.

O All The Colours of Madness já está disponível nas principais plataformas digitais (Spotify, iTunes, Meo Music, Tidal, Deezer, Apple Music, Amazon MP3), e em formato físico.

Os concertos de lançamento estão agendados para o final do mês de Março e ao longo do mês de Abril:
25 de Março – Clube de Vila Real (Vila Real) – acústico
26 de Março – HELLO&GOODBYE Fest c/ Ella Palmer e Ash is a Robot, Sociedade Musical Capricho Setubalense (Setúbal)
02 de Abril – Beat Club c/ Morphing Treeman (Leiria)
08 de Abril – Hard Bar c/ Morphing Treeman (Aveiro)
21 de Abril – Popular Alvalade c/ Treehouses (Lisboa)
(mais datas a confirmar em breve)

Biografia
ESFERA (ex-EMMA) é uma banda de rock progressivo de Setúbal, Portugal, formada por Nuno Aleluia, Diogo Marrafa, Pedro Dinis, João Completo e Vasco Rydin. Tendo começado em meados de 2013 e com alguma experiência de projectos por parte dos seus membros.
A ESFERA traz com ela a sonoridade e legado do rock progressivo e que, em modo de sinestesia, exprime as suas próprias interpretações das cores através das suas criações, com músicas que percorrem todo o espectro cromático dos sentimentos que conhecemos e a que todos nos associamos. As suas fontes de inspiração são variadas, não só a música mas também outras áreas e artes, bem como histórias e estados de espírito.

O álbum de estreia intitula-se de All The Colours of Madness, produzido por Renato Sousa e Francisco Caetano (The Shape of Tone to Come Studios). Fruto de um longo trabalho de composição e gravação, este álbum conceptual representa uma variedade de paisagens sonoras e influências da banda setubalense e uma afirmação da sua versatilidade. É uma viagem de 8 faixas pelas cores das diferentes emoções, da perspectiva de um cego que entrega a sua esperança numa forma de compreender os conceitos de sanidade e conforto.

 

Related Article