Home   /   Novos Singles  /   Blaya: “Primeira Batida”, vídeo em língua gestual [Letra]
Blaya: “Primeira Batida”, vídeo em língua gestual [Letra]

Blaya lançou no dia 30 de novembro “Eu Avisei”, EP digital com novos temas, do qual faz parte “Primeira Batida”, tema agora lançado com um vídeo em língua gestual.

Relativamente a este novo vídeo, Blaya diz-nos que este tema foi escrito por si, pelo MC Zuka e Riic e produzido pelo Filipe Survival. “É um estilo completamente diferente das últimas músicas que tenho lançado, no entanto tem imenso sentimento envolvido”.

Conta que este tema é dedicado à sua filha Aura, e que está dividido em 3 partes: “o nascimento, os conselhos que lhe dou na sua quase adolescência e o meu envelhecimento ao lado dela. Neste videoclipe toda a história é contada em língua gestual, pois todos têm o direito de sentir esta música tão importante.”

No vídeo participam os bailarinos: Carolina Mendes, Douglas Pereira, Joana Periquito, Ricardo Ramos e Sérgio Alegria. Os figurantes de Língua Gestual a cargo de Rafa Silva e o argumento é de Blaya. As coreografias são de Sérgio Alegria e Blaya.

Blaya – Primeira Batida [LETRA]

Desde a primeira batida
Fiquei toda derretida
Eu que fui mãe
e vi-te nascer
mas tu deste luz à minha vida

Nossa força do fundo
sabes que eu não me confundo
por ti eu luto eu brigo
eu enfrento o mundo

Mas ela que faz seu mundo capaz
correndo para ter algo mais
Mas onde tu vais desenho-te paz,
tu cuida de ti e lembra dos pais

Entras neste mundo sem saber porquê
Eu faço de tudo pra te proteger
Não vou-te prometer o que não posso dar
Mas nesse mundo louco tu vais te virar

Tu tens que ter confiança
Nunca percas a esperança
Nesta batida segue o teu ritmo
Se ela dá música dança

Tens a tua liberdade
Eu já tive a tua idade
Por mais que tape os olhos
Vou saber sempre a verdade

Espero que tenhas noção
Protege o teu coração
Não desesperes por mais que gostes
Nunca te entregues em vão

Entras neste mundo sem saber porquê
Eu faço de tudo pra te proteger
Não vou-te prometer o que não posso dar
Mas nesse mundo louco tu vais te virar

Quando o futuro chegar
Meu tempo estiver a acabar
Passou a voar
Eu já velhinha
Sei que não vou estar sozinha

Na tua companhia
teu riso é minha alegria
Eu no jardim a ver-vos brincar
até ao final dos meus dias

Eu tenho a certeza
que até na tristeza
tu vais sair sempre ilesa
pela minha princesa
eu saio em defesa
eu sou a tua fortaleza

Entras neste mundo sem saber porquê
Eu faço de tudo pra te proteger
Não vou-te prometer o que não posso dar
Mas nesse mundo louco tu vais te virar

Related Article