Home   /   Sem categoria  /   “Fado Camané” a 23 de outubro nos cinemas
“Fado Camané” a 23 de outubro nos cinemas

Bruno de Almeida filmou as horas que Camané passou nos Estúdios Valentim de Carvalho, em Paço d’Arcos, a gravar o álbum “Sempre de mim”, editado em 2008, acompanhando o processo criativo e a colaboração com José Mário Branco, produtor e diretor musical do disco.

No documentário, que terá estreia nos cinemas a 23 de outubro, o realizador regista Camané a gravar, mas sobretudo a dialogar sobre fado com José Mário Branco, com os músicos e com Manuela de Freitas (autora de vários poemas musicados).
“É importante que esteja ali o Zé Mário”, afirma Camané no filme, admitindo ser um “perfeccionista exagerado” e sublinhando que José Mário Branco o ajuda “a encontrar a verdade do fado”.

O álbum “Sempre de mim” foi gravado com os músicos José Manuel Neto, Carlos Manuel Proença e Carlos Bica, e inclui, entre outros, “Sei de um rio” – cujo teledisco foi realizado por Bruno de Almeida -, “Este silêncio”, “Antes do grito” e “Lembra-te sempre de mim”.

Bruno de Almeida filmou os “momentos de intimidade” na gravação daquele disco, que considera “um dos mais extraordinários da música portuguesa de todos os tempos”, e que se aproxima de “Com que voz”, de Amália Rodrigues, afirma na nota de intenções do documentário.
Bruno de Almeida, que nasceu em Paris e viveu em Nova Iorque, é autor de filmes como “Bobby Cassidy”, “The Lovebirds” – que inclui a participação de Camané -, “Operação Outono” e “Amália, Uma Estranha Forma de Vida”.

“Fado Camané”, rodado a preto e branco e dedicado a Rui Valentim de Carvalho, empresário e editor discográfico que morreu em 2013, abre oficialmente a secção “Heart Beat”, do DocLisboa, uma programação dedicada a filmes sobre música e artes de cena.

Esta sexta-feira (17 de outubro) é a ante-estreia no Doclisboa, Cinema São Jorge, às 19h.

Fonte: Lusa
Siga-nos no Facebook e no Twitter.
Related Article