Home   /   Destaque  /   Ana Moura faz mudança na sua carreira: “sinto uma necessidade de seguir um novo caminho”
Ana Moura faz mudança na sua carreira: “sinto uma necessidade de seguir um novo caminho”
Ana Moura, que irá lançar no final deste mês o novo tema “Andorinhas”, comunicou que irá percorrer um “novo caminho” na sua carreira. A artista desvinculou-se das agências que a representavam e anuncia que pretende ter um contacto mais direto com o seu público, através da tecnologia blockchain, nomeadamente NFT’s (Non-Fungible Token).
Ana Moura - blockchain - NFT’s Non-Fungible Token

No comunicado enviado à imprensa, Ana Moura explica que “após muita reflexão, sinto neste momento uma necessidade de mudança para seguir um novo caminho“, querendo que o mesmo seja mais direto com o seu público, de forma a que “todos possam participar diretamente em todos os aspetos da minha carreira“, como nos direitos das músicas, nas digressões e “em tudo o que está por vir“. Salienta que sempre sonhou realizar e que agora pode concretizar, porque “há um novo mundo digital que possibilita esta relação direta convosco“.

Assim sendo, a artista propõe partilhar diferentes aspetos do seu processo criativo numa relação direta com o público, “através das redes e utilizando todos os meios que a internet e a tecnologia oferecem para nos aproximar, nomeadamente os NFT’s (Non-Fungible Token), um novo conceito de valorização do trabalho dos artistas através da tecnologia blockchain que me tem aberto inéditas oportunidades de expressão artística e de relacionamento com novos públicos“.

Julgo ser uma das primeiras artistas musicais em todo o mundo a assumir que, em alguma medida, pretendo disponibilizar ao público, através das redes, todos os aspetos da minha carreira” desde a criação à conceção e “até aos possíveis resultados“, refere, dando como exemplo uma a emissão de um NFT que irá acontece antes do lançamento do seu novo single a 30 de abril. “Este NFT é uma criação minha, que parte da capa desse trabalho e no qual fiz uso de outros meios para exprimir, de forma mais completa, a minha visão que está completamente alinhada com o meu pensamento e que acredito que melhor representa a minha música“.

Assim, Ana Moura explica que os seus seguidores vão também poder participar sobre “os direitos de parte das minhas músicas que já são vossas quando se tornam a música do vosso casamento, a música de amor entre o neto e a avó, a música que vos reconfortou num momento mais triste ou que vos elevou dando esperança e força para seguirem os vossos sonhos“.

Termina dizendo que “Estaremos ainda mais juntos neste novo caminho”.

No mesmo comunicado, uma das artistas portuguesas mais conceituadas da música portuguesa, agradece a todas pessoas que ao longos dos anos acreditaram em si e se disponibilizaram para “acompanhar e ajudar a construir este sonho que tenho vivido. Que sorte ter tido todos estes excelentes profissionais e amigos comigo. Não esqueço os meus editores, o meu manager e todas as pessoas que com eles trabalharam. Nunca os esquecerei“.

Ao longo dos anos, apesar de ter uma carreira ligada ao fado, tendo sempre a preocupação de inovar a nível de sonoridade nas suas músicas, Ana Moura tem estado também ligada ao pop-rock, nomeadamente através das participações musicais que ia fazendo com outros artistas internacionais como Rolling Stones, Prince, Benjamin Clementine, ou mais recentemente a participação no tema “Vinte Vinte (Pranto)” com Branko e Conan Osíris.

Related Article
Banner de Consentimento de Cookies by Real Cookie Banner