Home   /   Novos Discos  /   “EyeGlasses For The Masses” é o novo álbum de The Weatherman
“EyeGlasses For The Masses” é o novo álbum de The Weatherman

The Weatherman regressa com novo álbum no dia 29 de abril. “EyeGlasses For The Masses” é o quarto disco da sua carreira, que completa agora uma década.

“Calling All Monkeys”, o single mais recente, deu o mote e cumpriu o desígnio de reclamar atenções. Mas há mais para explorar.

“Eyeglasses For The Masses” nasceu de uma procura genuína pela autenticidade da escrita de canções pop, de uma crença em ser possível mover tudo e todos com o poder de uma grande canção. Olhos de vidro para multidões são como o espelho de Alice multiplicado e acessível a todos. Realidades distintas sob perspectivas ilimitadas. A contra cultura mais do que nunca contra todas as correntes.

Tendo como motor a glorificação da fragilidade humana e das rupturas causadas pelo amor como necessárias para fazer o mundo seguir em frente, o disco remete para a herança da pop anglo-saxónica dos finais dos 60’s e inícios dos 70’s, do psicadelismo, do encanto e do desencanto hippie, da mística sensual da era espacial, do misticismo cósmico cujo paralelismo poderá ser encontrado nas palavras desenfreadas de poetas da beat generation.

Capa do novo álbum

Capa do novo álbum

Em 2016 The Weatherman apresenta-se ao vivo com uma banda com formação inteiramente renovada, que inclui nas suas fileiras músicos como Alexandre Almeida (co-produtor do disco), Nuno Melo (baixo) ou João Nuno Almeida (bateria), provenientes de bandas como Honey Bee, Turbojunkie, Bandemónio, Mundo Secreto ou Souls Of Fire.

Em dez anos, Weatherman tocou e lançou discos em Portugal, mas recentemente também iniciou um percurso fora de portas, nomeadamente no Norte da Europa (Holanda. Bélgica e Alemanha), já contando com duas tours de concertos e destaques na imprensa musical local, assim como airplay em diversas rádios nacionais, como a holandesa 3FM.

O disco foi gravado nos estúdios Hertzcontrol em Caminha por Marco Lima, produzido por Alexandre Monteiro e Alexandre Almeida, e misturado nos SoundHill Studios no Porto por João André. A masterização foi realizada em Los Angeles pela mão do galardoado Brian Lucey (Artic Monkeys, Black Keys, The Shins, Beck, Sigur Ros, entre outros).

 

Related Article