Home   /   Notícias  /   Reportagem | Festival Caixa Ribeira – 1.º dia
Reportagem | Festival Caixa Ribeira – 1.º dia
Filipa Cardoso Vaz

Filipa Cardoso

Pelo segundo ano consecutivo o fado voltou a invadir as ruas da cidade do Porto.
A segunda edição do Caixa Ribeira teve início ontem e juntou em mais de uma dezena de palcos, na Ribeira do Porto, várias gerações do fado.

As portas do festival abriram pelas 20h com Fado à Janelas, pelas guitarras de Jorge Silva, Miguel Monteiro e José Manuel Rodrigues.

José Manuel Rodrigues

José Manuel Neto

Com palcos espalhados pela Ribeira vários foram os locais onde se teve oportunidade de escutar o fado, como na antiga Junta de Freguesia de S. Nicolau onde atuaram Beatriz e Filipe Duarte, bem como na Casa do Infante onde se prestou homenagem a Fernando Farinha, pelas vozes de Miguel Xavier, Patrícia Costa, Alexandra Guimarães e Valdemar Vigário.

Já na escadaria da emblemática igreja de São Francisco atuou a fadista Maria do Sameiro e de seguida a voz única de Gonçalo Salgueiro. Também no interior da igreja, o fado aconteceu através das vozes dos veteranos fadistas José Gonçalez e Maria da Fé.

Com os jovens se preserva o passado e se faz o futuro e eis que pelo Mercado Ferreira Borges (Hard Club 2) as vozes de Beatriz Felizardo, José Geadas, Joana Almeida e Kiko, honraram o fado e encantaram com o seu talento os que por ali foram passando. Ao lado, na sala 1 do Hard Club, Miguel Ramos e Filipa Cardoso continuavam a embelezar esta primeira noite do Caixa Ribeira.

E como que em cada canto há um encanto, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa atuaram Joana Amendoeira e José Manuel Neto. Na entrada do palácio (também denominado Palácio da Associação Comercial do Porto),mais precisamente no Pátio das Nações, atuaram os fadistas Maria João Quadros e Pedro Moutinho.

No palco principal, coube ao guitarrista António Chainho, que celebra 50 anos de carreira, fazer as honras de inauguração. Para o concerto convidou Paulo de Carvalho e Mafalda Arnauth.

Ana Moura

Ana Moura

António de Zambujo, não veio de lambreta até ao festival, nem no Pica dos 7, mas foram temas que não faltaram aquando da sua atuação, que abrilhantou e animou – com o seu humor tão bem característico –, as milhares de pessoas que se encontravam no recinto localizado no estacionamento da Alfândega

A primeira noite do Caixa Ribeira terminou com o concerto de Ana Moura. Depois de mais de 24 horas de viagem vinda da tour “Moura”, que passou pelo México, a fadista mostrou a moura encantada que há em si.

O Caixa Ribeira continua este noite com os vários palcos a terem outros protagonistas, como Simone de Oliveira, Aldina Duarte, Helder Moutinho, Jorge Fernando, Raquel Tavares, entre tantos outros. De referir que também Gisela João irá atuar no festival com um concerto surpresa. Esteja atento ao facebook da fadista ou do Caixa Ribeira para saber a hora e local do concerto.

Mais informações e horários dos concertos aqui: http://www.caixaribeira.pt/

Reportagem: Joana Constante

Related Article
Um comentário