Home   /   Reportagens  /  Destaque  /   Nice Weather for Ducks atuaram no CCB
Nice Weather for Ducks atuaram no CCB
Os Nice Weather for Ducks tocaram no passado dia 3 de junho no CCB, no âmbito do CCBEAT, onde outras bandas têm vindo a tocar ao longo da iniciativa. O concerto teve início às 21:15 com o pequeno auditório muito bem composto.
Nice Weather for Ducks

Nice Weather for Ducks

Digamos que só por si, os membros dos Nice Weather for Ducks enchem o palco, dado que são seis elementos, dois guitarristas, um baixista, um baterista, um elemento que toca cordas e outro que coordena a mesa de mistura, alguns dos quais multi instrumentistas e devemos salientar que todos eles emprestam voz às músicas que ouvimos. Temos então Tiago Domingues na bateria, Hugo Domingues no baixo e na voz, Diego Alonso na guitarra e voz, Bruno Santos na mesa de mistura e voz e Luis Jerónimo na voz, guitarra e teclas.
Através de pequenas palmeiras colocadas à volta do palco, uns efeitos de luzes, ora em tons brancos, ora verdes, deram ao seu espetáculo cor e magia.

Este concerto tem contudo uma data especial, pois coincide com o lançamento do novíssimo álbum da banda “Love is You And Me Under The Night Sky”, composto por 10 faixas, no entanto com uma escolha bastante inteligente, a banda também tocou vários temas do seu primeiro álbum “Quack!” de 2012.

O concerto começou com o tema “No one could tell” do álbum novo, mostrando a banda um pouco nervosa mas visivelmente feliz por estar naquele palco. Seguiu-se “Cosmic car” também ela do novo álbum, passaram depois para dois temas do primeiro disco “Back to the future” e “Easier”, voltando para o primeiro álbum e “Melissa, Honey”.

LoveIsYouandMeUndertheNightSky-Nice Weather for Ducks

Nice Weather for Ducks

Em interação com o público Luís pergunta ao público se as cadeiras são confortáveis e se estão a gostar, o público responde afirmativamente e o concerto prossegue com “On the sand by the sea”, “Dreams #14”, mais dois temas novos.
Luís introduz a música dizendo “Vamos tocar little jodie, é a favorita do público, quando a gente não a toca, pedem-nos sempre. O rapaz do Porto pediu quando tocamos no Hard Club, espero que estejas aí!” e assim tocaram “Little Jodie” uma música do primeiro álbum. Enquanto tocam, é visível que estes rapazes de Leiria sentem a música com a alma e com coração o que estão a fazer, como que se os instrumentos fossem prolongamentos de si mesmos e a única forma de expressão conhecida. Passam então para o primeiro single do novo álbum “Marigold” apesar de ser uma música nova é já conhecida de todos os presentes que se vêm a abanar cabeças sentados nas cadeiras. Também do último álbum surge o tema “Transporter” um tema muito breve que quase serve de introdução à próxima que se segue no álbum e também no concerto “Untitled Love #1” ao que Luís adverteu “a próxima é uma música romântica”. Para animar o público tocaram “2012” o primeiro single do primeiro álbum, voltando de seguida ao disco de estreia com “Untitle Love #2”, onde todos os elementos da banda tocaram maracas.
Com a música “Bollywood” pediram às pessoas para se chegarem para a frente do palco, “Se quiserem podem vir aqui para a frente dançar, é muito estranho estarmos a tocar para pessoas sentadas”, algumas pessoas aceitaram o convite e foram para a frente do palco dançar. Por último deixaram-nos “Punch” e um tema instrumental onde todos deram o seu máximo, sendo 22:17 quando o concerto terminou.

O público pediu com insistência mais um tema e a banda voltou ao palco, Diego agradeceu “Obrigado amigos” e disse “Agora vamos tocar uma música que não está em álbum nenhum, nem vai estar!” e tocaram a que foi a última música, com ainda mais energia do que no restante concerto.

Quanto ao concerto a escolha da setlist foi perfeita para a ocasião, pois não só tocaram músicas novas como também deixaram com que o público ouvisse temas mais antigos dos quais gostam bastante.

Nice Weather for Ducks é sem dúvida uma banda com um som contagiante para ouvir de pé e dançar. O novo álbum – Love is You And Me Under The Night Sky – é mais um bom disco a surgir em Portugal, de mais uma banda emergente!

Texto: Sofia Reis
Fotos: Luís Flôres

 

Related Article